<$BlogMetaData$>

quinta-feira, março 29, 2007

140. VIDA

Foto disponível no URL: Guerrilha

Vida
Ela existe?
Alguma vez houve alguém que a viveu
Ou será mais uma invenção do Homem?
Vida
Mas,
O que significa viver?
Andar pelas ruas
Ruas estreitas
Onde se rouba
Onde se mata
Onde se drogam
Isto é viver?!
Mas será que não têm olhos,
E que a vida se está a transformar num nada
Num beco sem saída
Sem luz ao fundo do túnel.
Mas o que significa a palavra vida?
Ignorância
Estupidez
Não sei.
Mas,
Onde estarão os salvadores da pátria?!

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 00:12   5 REFLEXUS

sábado, março 24, 2007

139. LEMBRANÇAS

Foto disponível no URL: Ondas

Um olhar sereno
Observando o bater das ondas
Uma brisa paira no ar
A espuma é branca
O céu é azul
O verde é de natureza
Dá muito que pensar
Que não me apetece recordar.
No coração,
A saudade aperta.
Na alma,
Uma voz grita.
Com o olhar,
Uma lágrima chora.
A calmaria do mar
A areia branca
Barcos que vão e voltam
Um cão que ladra
Um gato que mia
A noite está chegar
E a solidão irá voltar
Na esperança de que um novo dia nasça
E novos sonhos ter.

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 23:06   6 REFLEXUS

139. POETAS ANÓNIMOS II

Foto disponível no URL: Lua

Caros Visitantes,

No dia 14 de Março de 2007 iniciei uma nova categoria no meu blog "POETAS ANÓNIMOS". O meu objectivo principal é divulgar os poetas que por aí vagueiam neste mundo virtual... Mundo esse que nos permite apresentar, sem medo e rodeios, o estado de espírito e visão do mundo que saem das nossos mentes que são transformados em letras e palavras formando poemas...

Espero que gostem das quatro sugestões de visita:

- Canela e Erva doce de Paula Raposo
- Enquanto houver Tempo... de MJ
- Estúdio Raposa Audioblog de Luís Gaspar
- Só Verdades de David Santos

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 00:00   3 REFLEXUS

quarta-feira, março 21, 2007

138. DEVANEIOS

Foto disponível no URL: Abstracto


Eu escrevo assim
Só desta forma me sei expressar
Juntar letras e palavras
Em forma de sentimentos
Escritos em improviso
O que me sai da mente

Eu sei,
Louco sou


Vivo no mundo da escuridão
Onde damos vida ao escondido
Adormecemos quando os outros acordam
Vivemos no inverso dos ponteiros
Lá no alto a lua nos sorri...

Eu sei,
Louco sou...


Ps: Hoje dia Mundial da Poesia deixo-vos este poema, escrito como um louco, sem nexo e sentido... mas a poesia é isso mesmo. Tanto hoje, como restantes dias do anos muitas inspirações...

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 23:00   4 REFLEXUS

sexta-feira, março 16, 2007

137. DESCRIÇÃO

Foto disponível no URL: Abstracto

Olhar revertido
Sorriso camuflado
Em palavras contido
No discurso falado

Vagueando na utopia
No entrelaçado do seu ser
Como a noite fosse dia
Sendo este o seu viver

Com rasgos de imaginação
Da mente reflectidos
Com parábolas de observação
Em consonância com os sentidos

Robusto desde o nascer
Com olhos rasgados
Pálido no seu parecer
Em lábios cerrados

Sentimentos em rima
Reflexos alados
Vindos de cima
De tempos passados.

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 00:17   4 REFLEXUS

quarta-feira, março 14, 2007

136. POETAS ANÓNIMOS I

Foto disponível no URL: Lua

Olá a todos,

Após a prolongada ausência devido a vários factores particulares tive que me afastar... passado este tempo as saudades de todos já eram muitas e resolvi de regressar para junto desta grande família da blogosfera.

Nos últimos dois post’s deixei-vos os meus poemas mais recentes, para ser sincero não tenho escrito muito... mas acho que irei retomar...

Hoje, não vos apresento nenhum poema meu... hoje é dia divulgar amigos que são poetas anónimos, tal como eu... espero que gostem das sugestões:

- Mundo para Ti de skyla

- Palavras feitas de letras de Manuel Saiote

- Por aqui tudo bem! de Zorbita

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 23:33   1 REFLEXUS

segunda-feira, março 12, 2007

135. GRITOS MUDOS

Foto disponível no URL: Gritos Mudos

Cada dia que passa
Menos força tenho
Eu acredito no superior
Vivo no transversal
Caminhando num calçada sinuosa
De passo a passo
Traçando o meu rumo
Acompanhado pela lua
Abandonado pelo sol
Numa rua sem fim
Com um silêncio profundo
Uma brisa no momento
Procuro o inexistente
Alcanço o nada
Gritos mudos
Vindos do meu intimo
Ando perdido
Num hemisfério sem fim
Um destino irreal
Construindo a vida que não quero
Ambiciono divorciar-me dela
Faz-me sofrer
Faz-me chorar
Faz-me desfalecer
Não foi isto que sonhei
Mas Tu, assim ditas
O meu fado...

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 23:00   3 REFLEXUS

sexta-feira, março 09, 2007

134. INTERIORIZAÇÃO

Foto disponível no URL: Piotr Kowalik

Um cigarro acesso
Olhar distante
Pensamentos oblíquos
Sentimentos estagnados
Horizonte negro
Olhar vidrado
Da vivência passada
Por erros sequentes
Onde perdeste o norte
O sentido da maré
Tentei segurar o leme
Num mar com sabor a sal
O naufrágio foi fatal
Tentei seguir por outras ondas
Mas não consigo esquecer-te
Saudades tuas tenho
De um porto seguro
Sentindo a calor do teu corpo
O doce dos teus lábios
Suspiros de amor...
Que num precipitação abalou
Que me fez sofrer
Sozinha estás...
Mas nunca me perdoaste
Respeito...
Mas complicamos o fácil
Melhor,
Eu compliquei...
Mas também não me compreendeste
Nem uma oportunidade me deste
Cresci, é um facto
Queria ir além mar
A meio destino ficamos
Curto e intenso
Que jamais irei esquecer.
Guardo cada letra, cada palavra...
Por ti pronunciada
Seja falada ou cantada
Com voz em fado
Que sempre me irás orgulhar...

Etiquetas:

"DOMINUS VOBISCUM"
    Publicado por Pedro Nobre ás 23:35   1 REFLEXUS